16 de June, 2010

Ter ou não o próprio negócio

Confira na íntegra a entrevista que concedi ao Julio Cardozo, ex-presidente da Ernst & Young na América Latina, para seu blog no portal da HSM.

Por: Julio Cardozo

Ser ou não ser dono do próprio nariz. Essa tem sido uma dúvida recorrente de quem acaba de perder o emprego ou está se aposentando. Mas será que todo mundo tem espírito empreendedor? Para uns é uma questão de DNA, para outros algo que pode ser aprendido ao longo da vida. Dados do Sebrae apontam que cerca de 30% das empresas quebram logo no primeiro ano de vida.

Sobre essa questão de talento para virar empreendedor e o cenário no Brasil conversei com José Carlos Dornelas, um dos maiores especialistas brasileiros em empreendedorismo, que dá aulas de MBA na Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (FIA-USP) e comanda a Empreende, consultoria especializada em empreendedorismo.

Dornelas acaba de lançar três livros sobre o assunto, da série Coleção 101 Maneiras (Editora Saraiva), com previsão de saírem do forno mais três, em julho. Confira abaixo a entrevista:

Qual o cenário atual do empreendedorismo no Brasil?
Vivemos um momento de crescimento econômico e é natural o interesse das pessoas em abrir um negócio. Há uma tendência de aumento na criação de novos negócios. Com a ascensão das classes C e D, veremos cada vez mais o crescimento de franquias e franqueados no Brasil. Quando o cenário é mais desfavorável (não é o que ocorre agora) e o crescimento não é tão pujante, muitas empresas começam a demitir. E, aí, encontramos muitos profissionais abrindo sua própria empresa por necessidade e não por oportunidade.

Pesquisas apontam que em momentos de crise há um aumento de negócios por necessidade e não por oportunidade…..
Sim e essa ainda é uma realidade que continua forte, independente de crise. O empreendedorismo por necessidade ainda é alto, pouco abaixo de 50%. Apesar de que já assistimos ao aumento do empreendedorismo por oportunidade nos últimos cinco anos, segundo dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM).Há uma reversão bastante interessante, as pessoas estão buscando esse caminho porque querem, porque escolheram empreender, olhando para o futuro. Isso é positivo.

Qual a principal diferença entre os dois perfis empreendedores?
O que diferencia os dois tipos de empreendedorismo é a visão de curto prazo, do agora, de suprir uma necessidade (daí o nome empreendedor por necessidade) e a visão de longo prazo, de desenvolver grandes oportunidades. Mas a maneira de analisar as oportunidades é a mesma. Por isso, o primeiro passo é identificar os nichos que existem e os setores ainda não atendidos ou mal atendidos.

Encontramos muitas pessoas que ao serem demitidas ou quando se aposentam logo pensam que a saída é montar um negócio. Empreender é para quem tem talento ou é preciso vocação? Claro que existem pessoas com predisposição para empreender. Mas há também uma grande parcela que aprende a empreender ao longo de sua experiência de vida. Não é porque a pessoa acha que não nasceu empreendedor que não vai ser. Muitos se tornam empreendedores bem-sucedidos aos 50, 60 anos. Nunca é tarde.

Qual o maior cuidado que as pessoas devem ter na hora que decidem montar um negócio?Um erro comum quando a pessoa é demitida ou se aposenta é olhar a quantidade de recursos que possui como ponto de partida. Vou explicar. Uma pessoa que tem 300 mil reais disponíveis para investir, por exemplo, se concentra em buscar negócios nessa faixa de investimento. Isso pode ceifar a análise de grandes oportunidades, já que o processo deveria começar pela oportunidade e não pelos recursos que estão sob controle do empreendedor. Grandes empreendedores não se preocuparam se tinham ou não os recursos para fazer acontecer. Eles se prepararam para desenvolver a oportunidade e, assim, conseguiram conquistar investidores e sócios capitalistas…

Quais as competências necessárias para ser um empreendedor?
Visão, iniciativa, pro atividade, vontade de vencer, coragem e olhos abertos para conhecer o mercado aonde quer atuar/experiência e uma liderança que inspira sua equipe a seguir o caminho traçado.

Categorias: [ Comportamento ] [ Geral ] [ Negócios ]

4 Comentários

  1. Barueri Na Web - 16 de June, 2010 @ 11:19 pm

    Gostaria de parabenizar pelo Blog, está muito bom, irei colocar no links uteis do Portal Barueri Na Web, se possível de essa força também e acesse nosso Blog-http://www.baruerinaweb.com.br. Agradeço desde já , um grande abraço e sucesso sempre!

  2. Pedro Valadares - 21 de June, 2010 @ 3:28 pm

    Boa tarde, José.

    Primeiramente, parabéns por tratar de um tema tão relevante para o desenvolvimento do país como o empreendedorismo.

    Gostaria de apresentar-lhe o blog Mercado ao seu Alcance, do Sebrae (http://mercadoaoseualcance.wordpress.com). Esta semana, estamos debatendo o tema empreendedorismo no blog.

    Visite-nos e deixa suas impressões. Sua visita será muito bem vinda.

  3. Pedro Valadares - 28 de June, 2010 @ 11:02 am

    Bom dia, professor Dornelas. Passando aqui para avisar que temos novo texto no blo Mercado ao seu Alcance, do Sebrae. O tema desta semana é marketing de risco, uma estratégia que vem sendo muito utilizada nesta Copa do Mundo.

    visite-nos e dê sua opinião sobre o assunto! Sua visita será muito bem vinda! (http://mercadoaoseualcance.wordpress.com)

  4. douglas santos - 5 de September, 2010 @ 3:48 am

    o dinheiro é um dos maiores limitadores do homen montei meu proprio negocio deu certo so que uma coisa me chateiou muito meu negocio tinha limite de valores entende e a expanssão era praticamente impossivel mais ganhei a experiencia que precisava para ser um grande empresario…o mercado aprova ideia nova e conhecimento na area atuante…eu e meu api montou agora uma empresa que esta com uma aceitação no mercado que surpreendeu ate agente isso quer dizer q esta com uma aceitação otima estou indo pelo caminho certo…mais tenho um problema as vezes voce podia me ajudar tenho um contato direto com o cliente e tenho apenas 18 anos minha fisionomia é de jovem preciso passar uma confiança pro meu cliente de que meu trabalho é serio mas tem cliente que vejo nos olhos deles ai ja entro dentro da”cabeça dele” que ele sabe que meu produto é muito interessante mais em comparação com a concorrencia eu entro perdendo ja 50% entende me ajuda por favor q vou ser um dos maiores empresario na area de segurãnça do Brasil…obrigado

Comentário

Dr. José Dornelas

Empreendedor, palestrante e autor de livros best-seller.

[ veja a biografia ]

Meus Livros

Clique em cada livro para saber mais, degustar e comprar.

  • Empreendedorismo - 7ª Edição Revista e Ampliada Empreendedorismo - 7ª edição
    Transformando ideias em negócios. [+]
  • Plano de negócios com o modelo Canvas Introdução ao empreende- dorismo - 1ª edição
    Ludismo, jogos e empoderamento empreendedor. [+]
  • Plano de negócios, seu guia definitivo Plano de negócios, seu guia definitivo - 2ª edição
    Como planejar e criar um negócio de sucesso. [+]
  • Plano de negócios com o modelo Canvas Plano de negócios com o modelo Canvas
    Guia prático de avaliação de ideias a partir de exemplos. [+]
  • Empreendedorismo na Prática Empreendedorismo na prática - 3ª edição
    Mitos e verdades do empreendedor de sucesso. [+]
  • Empreendedorismo corporativoEmpreendedorismo corporativo - 3ª edição
    Como ser empreendedor, inovar e se diferenciar na sua empresa. [+]
  • Meus Outros Livros
Produzido por Webcore