26 de January, 2018

Quanto vale a sua empresa?

Os critérios e métodos aplicados em finanças corporativas para avaliar as empresas negociadas publicamente nos mercados de capitais, quando aplicados precipitadamente às empresas em fase inicial, têm limitações severas. Os ingredientes para a valoração empresarial são dinheiro, tempo e risco. O risco ou a percepção de risco contribui para a determinação do valor. O velho ditado “quanto maior o risco, maior a recompensa” desempenha um papel importante na forma como os investidores avaliam o potencial de crescimento e, assim, o valuation (ou valoração) de uma empresa.

Existem, pelo menos, uma dúzia de diferentes maneiras de se estimar o valor de uma empresa privada (o valor real ocorre na venda do negócio e depende do tempo). Muitas hipóteses e muitos julgamentos são feitos em cada exercício de valoração. Em um caso, por exemplo, o empreendedor consultou 13 especialistas para determinar o quanto deveria oferecer pela outra metade de uma empresa com vendas de $10 milhões ao ano. A resposta variou entre $1 milhão e $6 milhões. Em seguida, ele adquiriu a outra metade por $3,5 milhões.

Portanto, pode ser um erro grave abordar a tarefa de valoração na esperança com o objetivo de chegar a um número único ou mesmo uma faixa estreita. Tudo que podemos realisticamente esperar é um intervalo de valores com limites orientados por diferentes métodos e pressupostos subjacentes a cada um. Dentro desse intervalo, o comprador e o vendedor precisam determinar a zona de conforto de cada um. Em que ponto você está basicamente indiferente à compra e à venda? Determinar seu ponto de indiferença pode ser uma valiosa ajuda para preparar você para as negociações de compra ou venda.

Vários investidores exigirão uma taxa diferente de retorno (ROI) para negócios em diferentes estágios de desenvolvimento e têm a expectativa de períodos de espera também diferentes. Vários fatores estão na base do ROI exigido de um investimento de capital de risco, incluindo os prêmios de risco sistêmico, falta de liquidez e valor agregado. Naturalmente, pode-se esperar que estes variem regionalmente e de tempos em tempos, conforme as condições do mercado mudam, porque os investimentos são feitos em nichos imperfeitos do mercado de capitais.

Mas se sua empresa ainda não foi criada, está apenas no papel (no plano de negócios), como você avalia o valor do negócio com vistas a angariar investimento de um investidor de risco? Historicamente, no Brasil, o papel do investidor (conhecido como sócio capitalista) era colocar o dinheiro necessário em troca de 50% do negócio. Isso é passado! Hoje em dia, com um plano de negócios bem feito você consegue obter o valor da sua empresa para negociar uma contrapartida, geralmente abaixo dos 50%, para o sócio capitalista, seja ele pessoa física ou um fundo de investimento. As técnicas de valoração do negócio, como já mencionado, são muitas, mas a mais utilizada é a do fluxo de caixa descontado. Detalhes podem ser obtidos em alguns de meus livros.

Esta coluna foi escrita com base no livro Plano de negócios, seu guia definitivo.

Categorias: [ Geral ] [ Inovação. ] [ Negócios ] [ PN ]

Comentário

Dr. José Dornelas

Empreendedor, palestrante e autor de livros best-seller.

[ veja a biografia ]

Meus Livros

Clique em cada livro para saber mais, degustar e comprar.

  • Empreendedorismo - 7ª Edição Revista e Ampliada Empreendedorismo - 7ª Edição
    Transformando ideias em negócios. [+]
  • Plano de negócios com o modelo Canvas Introdução ao empreendedorismo - 1ª edição
    Ludismo, jogos e empoderamento empreendedor. [+]
  • Plano de negócios, seu guia definitivo Plano de negócios, seu guia definitivo - 2ª edição
    Como planejar e criar um negócio de sucesso. [+]
  • Plano de negócios com o modelo Canvas Plano de negócios com o modelo Canvas
    Guia prático de avaliação de ideias a partir de exemplos. [+]
  • Empreendedorismo na Prática Empreendedorismo na prática - 3ª edição
    Mitos e verdades do empreendedor de sucesso. [+]
  • Empreendedorismo corporativoEmpreendedorismo corporativo - 3ª ed.
    Como ser empreendedor, inovar e se diferenciar na sua empresa. [+]
  • Meus Outros Livros
Produzido por Webcore