1 de October, 2013

Livro Empreendedorismo (5a. ed.) – Caso 2 – Hotelli – Dilema 4

Apesar de aplicar agilidade para capturar oportunidades, Paulo diz usar análises de premissas para seguir em frente. Cite exemplos de ideias de negócio na web e debata com os colegas quais as premissas você considera que validam tais ideias e as transformam em oportunidades de alto potencial. Utilize métodos de análise de oportunidade (por exemplo, o modelo 3M) para identificar as premissas e validá-las.

29 Comentários

  1. Marcus Vinicius Vardi Rodrigues - MBA USP - 16 de March, 2014 @ 11:02 pm

    Citaria o Mercado livre como exemplo pois existe muita demanda para esse mercado que so’ cresce. E foi uma ideia de muito sucesso no exterior que foi trazida ao Brasil.

    Outro exemplo e na minha opiniao de forma negativa seria a de compras coletivas que foram divulgada sem planejamento e em pouco tempo tivemos uma enxurrada de sites prometendo descontos. Mas a falta de planejamento, tanto dos sites como os de fornecedores que nao tinham como atender a forte demanda. Nao ficaram atentos ao possivel potencial do mercado.

  2. Flavio Mendes de Assis - 17 de March, 2014 @ 1:15 pm

    Exemplo 1: Amazon
    A empresa vende mais de 20 milhões de produtos para 160 países, com 50 milhões de clientes e um faturamento de US$ 15 bilhões, contando com 14 mil funcionários.
    A empresa foi idealizada em 1994 e lançada em 1995 com um investimento inicial de US$1M sem nada investir em publicidade e propaganda. Naquela época, a internet ainda era investimento incerto para retornos a curto prazo. Uma das premissas feitas foi que as pessoas não compravam livros pelo correio porque não haviam catálogos suficientemente grandes para os variados interesses dos consumidores.

    A empresa submarino usou como premissa de que o sucesso do Amazon poderia ser replicado no Brasil e em 1999 lançou no Brasil a venda de livros online, quando compraram a empresa booknet. No plano de negócio original já contemplava a venda de outros produtos. Foi feito um investimento de R$ 25 milhões até 2002 em infra-estrutura tecnológica, centro de distribuição e estoque.

  3. José Armando Camargo Amarante - 20 de March, 2014 @ 11:56 am

    Como um exemplo de idéia de negócio na Web, gostaria de citar o exemplo da empresa que trabalho ( uma indústria química francesa fabricante de especialidades químicas para o mercado cosmético e farmacêutico).
    O contexto aqui seria o marketing BTB.
    Nossas embalagens mínimas de venda ( em quilos ) apresentam-se com volumes muito elevados para clientes de pequeno porte e para farmácias de manipulação.
    Partimos da premissa que se conseguíssemos disponibilizar nossos produtos em embalagens fracionadas , estaríamos atendendo a demanda dos clientes acima descritos com qualidade e estaríamos também fazendo a diferença na vida do nosso ” consumidor”- á exemplo das citações no artigo do Paulo César ( Hotelli).
    Nesse sentido, desenvolvemos no site ( http://www.solabia.com.br ) um E-Commerce denominado Solabia Express onde nossos clientes podem comprar os produtos fracionados, pagar com cartão de crédito e receberem a mercadoria pelo Correio em 2 dias úteis.
    O modelo é um sucesso….podemos também utilizar o modelo 3M para validar nossas premissas pois assim obtemos informações seguras sobre a característica e tamanho do mercado ( Market structure and size ), anaĺise das margens obtidas ( margin analysis) e total conhecimento das exigências do mercado ( market demand).
    Sem dúvida, a Internet é um terreno bastante fértil para se iniciar negócios.
    Gostaria de citar como exemplos, algumas lojas especializadas em música e livros antigos ( na sua maioria, já fora de catálogo) que atualmente realizam muitos negócios de vendas dessas mercadorias pela Internet ( através dos seus sites) à um público cada vez mais crescente ( e específico também ).
    Como exemplo temos : http://www.baratosafins.com.br ( especializada em discos de vinil, cds ) ; http://www.sebodomessias.com.br ( o paraíso dos livros usados) ; http://www.mercadolivre.com.br ( com livros , cds e dvds porém com acervos mais pequenos ).
    Os exemplos demonstram a versatilidade da Internet para a realização de negócios ( tanto industrias como varejo).

  4. Alex Peixoto de Alencar - 20 de March, 2014 @ 10:47 pm

    Há uma série de negócios de sucesso na web, e apenas para citar aqueles que atuam no Brasil, Mercado Livre, Mercado Eletrônico, Submarino, Webmotors, ImovelWeb entre outros.
    Para avaliar se uma boa ideia pode se transformar em oportunidade de fato, é preciso planejar conhecendo a demanda do mercador em que se pretende atuar, isto é, se aquilo que se quer oferecer é acessível ao mercado consumidor e este está disposto a comprar. Além disso, se a ideia oferece a chance de se lançar um negócio inovador para um mercado com demanda, é possível adotar melhores margens reduzindo o tempo de payback dos investidores, uma vez que ao atingir um estágio de maturidade e já no início do declínio deste negócio, as margens serão menores.
    Por fim é preciso conhecer a estruturação deste mercado, não apenas em relação aos clientes, mas com toda a cadeia envolvendo fornecedores, concorrentes, substitutos e tendências deste mercado.
    Especificamente no mundo web, as mudanças são muito rápidas e isso pode determinar a redução do ciclo de vida de um produto ou serviço.

  5. Vanderson Lopes - MBA USP - 22 de March, 2014 @ 1:28 am

    Existem muitos negócios de sucesso de fracasso na internet, vou comentar um exemplo de sucesso da Webmotors mas que demorou mais do que a média dos negocios que dão certo, especialmente se tratando de internet.
    O site webmotors foi criado em 1995 e conta hoje com mais de 160 mil ofertas de veículos ao mês. Em 2002, foi adquirido pelo ABN Amro e, depois, passou a ser controlado pelo Santander. Mas segundo dados da Exame somente a partir de 2006 é que começou a gerar lucro e hoje é uma das principais referencias no mercado de compra e venda de veículos usados.
    Se fizermos uma análise 3M veremos que ná época existia uma demanda de mercado porem como a internet era muito recente este mercado não era muito acessível pela internet apesar do seu potencial. Outro ponto importante que pode justificar o atraso para o negocio gerar lucro era o fato de que a medida que a internet se popularizada ainda existia uma barreira para entrar neste mercado que era a cultura das pessoas em comprar um bem tão valioso via internet pois na época os sites de compra inspirados no Amazon como o Subimarino estavam em franco crescimento mas comprar um item de R$400 pela internet ainda tinha um “risco” bem menor que comprar um de R$40000.
    Embora eu não tenha encontrado fatos concretos acredito que a margem a ser praticada versus quantidade mínima de clientes tenha sido outro complicador para ser balanceado afim para que o negocio comecasse a dar lucro sustentável somente dez anos depois de sua criação. Mudanças e investimentos para se reinventar o serviço oferecido são cruciais para se manter forte neste mercado como em outros.
    O submarino por exemplo que começou com livros e diversificou para outros produtos vem se especializando em eficiência de sua cadeia de suprimentos surpriendendo em velocidade e qualidade no atendimento de compras na internet já que hoje em dia a concorrência é ferroz, ou seja, ele mais uma vez inova fornecendo algo diferente que dos demais: qualidade, entrega super rápida e variedade de produtos com um preço alinhado com o que o mercado oferece, ou seja, inova em suas operações fornecendo uma vantagem competitiva frente aos demais.

  6. Rodrigo Antonio Viana - 22 de March, 2014 @ 3:42 pm

    Posso citar vários exemplos de negócio na web: bom negócio.com, mercado livre, submarino, OLX entre outros. As premissas que validam as ideias e as transformam em oportunidades são: definir quem será seu cliente seu público alvo, analisar o mercado e concorrentes e por fim conseguir estimar o seu potencial de retorno financeiro.
    RODRIGO ANTONIO VIANA

  7. Gustavo de Castro Freitas (MBA USP) - 22 de March, 2014 @ 4:43 pm

    Além dos negócios usuais em internet no Brasil, tais como Mercado Livre, ImovelWeb e Buscapé, me chama a atenção aqueles dedicados a experiência do usuário, tais como os sites de compras direta sem lojas físicas, como é o caso da Oppa, um modelo inovador no Brasil dedicado a venda de móveis e utilizares com Design diferenciado, mas com produção própria. Ele surgiu da idéia de um aluno de MBA que visualizou uma oportunidade de mercado para atender a uma camada de consumidores que não encontrava móveis com qualidade para espaços restritos.
    Conhecer o desejo do mercado-alvo a que se quer atender, entender como funciona a sua cadeia, incluindo fornecedores de suprimentos e entregas, concorrentes, além dos regimes de financiamento, tributário e técnicas para sua gestão são alguns dos elementos essenciais para o sucesso. Planejar é necessário, e uma boa alternativa é basear-se em técnicas objetivas para transformar ideias em oportunidades, materializando com números as expectativas. No caso das empresas no segmento WEB, uma boa forma é utilizar-se de pesquisas e experiências para capturar a demanda pelo empreendimento específico, capturando em seguida a estrutura e a forma ou modelo de negócio mais adequado para atender o mercado-alvo, calculando por fim como os resultados e margens serão efetivamente materializados. Como os investimentos iniciais nesse setor costumam ser menores, o número de iniciativas é grande e o risco e mortalidade também. Mas vale ressaltar que os retornos, quando observados, mais que compensam o investimento de risco realizado.

  8. Silvia Veríssimo MBA USP - 22 de March, 2014 @ 6:54 pm

    Um dos negocios de sucesso na internet é o grupo Buscapé. Hoje é o maior site de comparação de preços, produtos e serviços da America Latina, acumulando aproximadamente 30 milhões de visitas por mês.
    A empresa foi idealizada em 1998 e somente inaugurada em 1999. A empresa Buscapé usou como premissa que nenhum site exibia uma lista de preços praticados por diversas lojas de um mesmo produto – o que obrigava o consumidor a passar horas em frente ao computador, abrindo diferentes páginas de sites de lojas diferentes, ou também a visitarem as lojas físicas.

  9. Márcio Zago (MBA USP) - 22 de March, 2014 @ 9:48 pm

    Eu vejo como boas oportunidades os empreendimentos voltados a bebês. Quem tem contato com famílias com crianças pequenas ou recém nascidas conhece os gastos feitos em produtos que muitas vezes duram muito pouco, com o rápido crescimento dos bebes.
    Assim como temos sites de trocas, vendas de itens que não gostou, algo que fosse focado em bebes e crianças poderia dar muito certo:
    - mercado constantes, com gastos elevados em todas as faixas de renda.
    - os produtos são duradouros e podem facilmente serem utilizados por outra criança, essa é uma prática familiar que poderia ser expandida
    - existe o desejo de pais terem itens bons e confiáveis para seus filhos, e PAGAM por isso
    - existe a competição de lojas de produtos novos, mas o sucesso de empresas como mercado livre e revenda de itens de moda, mas como é uma prática já estabelecida socialmente, acredito que funcionaria bem on-line
    - por serem muitos itens ligados a essa faixa etária, aliados a parcerias com outros serviços (produtos novos descartáveis por exemplo) com um % de participação em cada negociação, o negócio pode faturar muito.(ex: venda de sapatinho usado + combo com meias novas de algum patrocinador)

  10. Anselmo Ribeiro Rodrigues - 22 de March, 2014 @ 10:18 pm

    Creio que sites como: Mercado Livre, Zap Imóveis, OLX e Webmotors são ótimos exemplos de empresas que utilizam premissas muito próximas, quais sejam: fornecer ao vendedor a divulgação de venda de bens ou produtos em geral, em um canal de grande divulgação e a um baixo custo de anúncio e fornecer ao comprador o acesso a compra de produtos comuns ou extremamente específicos, com um preço competitivo frente ao mercado (por ser venda direta a pessoa física, em sua grande maioria) e permitir realizar uma comparação de diferentes preços utilizando o mesmo canal, sendo tal consulta realizada sem custo algum.

  11. Felipe Vasconcelos - 22 de March, 2014 @ 11:07 pm

    Como ideia de negócio na web, o exemplo do Submarino é interessante pelo pioneirismo de comércio de livros pela internet no Brasil, e que a oportunidade gerada com essa alternativa fez com que livrarias anteriormente constituídas apenas por lojas físicas, migrassem para o comércio virtual.
    Essas empresas além de se manterem vivas, adotaram como premissas, a comercialização de outros produtos.

  12. Philippe de Abreu Duque - PECE/USP - 22 de March, 2014 @ 11:34 pm

    Exemplos de ideias:
    - Produtos para crianças: o apelo para comprar roupas, brinquedos, tudo relacionado aos bebês é emocional, as mães não medem esforços e a demanda sempre será alta, porém a concorrência aumenta a cada dia, junto com a facilidade de se viajar e poder comprar mais barato. A margem de lucro é grande, se o serviço for de qualidade, a chance de sucesso é grande.
    - Serviços de contabilidade virtual: a demanda por profissionais de contabilidade é muito alta. No mercado internacional oferecer serviços de contabilidade trabalhando de casa é uma prática bastante divulgada. Quando a empresa é pequena, ter um contador em período integral não é economicamente interessante e a terceirização é o caminho mais viável. Principais concorrentes serão pequenos escritórios de contabilidade que muitas vezes oferecem serviços de baixa qualidade. Margens altas, serviço é valorizado, poucos detêm o conhecimento.

  13. David Henrique Branco Padrão - 23 de March, 2014 @ 9:15 pm

    Não existe melhor exemplo de modelo de negocio na internet que a empresa Google, fundada em 1996 por 2 estudantes da Universidade de Stanford com conhecimento basico de HTML. Um sistema revolucionário de busca de informações na web que hoje coloca a Google entre as 50 empresas mais valiosas do mundo.
    Seu modelo de negócio vem se diversificando e ampliando com as oportunidades existentes no mundo do Apps, Adwords e diversos serviços gratuitos disponíveis com email, armazenamento de dados nas nuvens entre outros.
    Oportunidades estas que desfrutam de um ambiente em alta expansão de demanda, estruturado e que apresentam custos basicamente ligados em pesquisa e desenvolvimento, já que oferecem basicamente serviços on-line.

  14. Luiz Santos - 15 de April, 2014 @ 4:44 pm

    Bom, no caso estudamos no Livro de Empreendedorismo o caso do Buscapé, na figura do Fundador Romero Rodrigues e não do Paulo, mas é válido afirmar que todo planejamento é positivo. Verificar a situação do negócio constantemente evita erros que possam trazer prejuízo para ele.

  15. Rodrigo Donizeti Albuquerque da Silva - 6 de March, 2015 @ 11:38 am

    Um exemplo que considero importante para nossa época, são os aplicativos para solicitar comida via internet ou app.
    Pois ele absorveu praticamento o sistema de marketing e propaganda via panfletos nos bairros. Este tipo de aplicativo oferece uma variedade de tipos de comidas que estão disponíveis ao usuário no momento da compra que estão bem próximos do seu local reduzindo assim o tempo de entrega, outra vantagem são os menus muito interativos onde é permitido adicionar ingredientes em uma pizza por exemplo e reduzem o tempo de interação entre cliente e lojista reduzindo assim alguns custos inerentes ao processo de venda.

  16. Felipe Draque Vasoncelos - 13 de March, 2015 @ 7:05 pm

    Uma ideia de negócio muito observada atualmente são os sites de compra coletiva (intermediação de negócios). As premissas que validam essa ideia e a transforma em uma oportunidade de alto potencial são:
    - Grande audiência/mercado-alvo
    - Grande acessibilidade dos potenciais clientes
    - Mercado é fragmentado
    - Custos para manter o site são baixos

  17. Gabriel Teles ( MBA - PECE POLI) - 13 de March, 2015 @ 10:35 pm

    O LinkedIn se mostra um case de sucesso, partindo da premissa que os profissionais precisam manter e ampliar sua rede de contatos, e os “hunters” caçar profissionais com determinado perfil, o LinkedIn é um grande banco de dados com informações específicas sobre os profissionais.
    Critérios de avaliação adotados: necessidades dos clientes/consumidores identificadas, valor gerado aos usuários é alto, oligopólio, poucos players, custos fixos baixos, poucas barreiras de entradas e de fácil acessibilidade.

  18. Paolla Felizardo Lima - 14 de March, 2015 @ 12:06 am

    Uma ideia de negocio que esta em alta no mercado hoje é o e-commerce, temos como exemplo o submarino. As pessoas mudaram seus hábitos e justificam estes comportamento devido a 3 circunstâncias: preço baixo em relação a loja física, conforto/comodidade e leis que asseguram os direitos do consumidor. Este mercado vêm se expandindo, e a cada dia conquista novos adeptos.Para transformar essa ideia em oportunidade é necessário fazer uma análise criteriosa das reais possibilidades de haver um retorno econômico do empreendimento. Algumas perguntas devem ser feitas:
    -Existe um problema a ser resolvido?
    -Meu produto solucionará este problema?
    -É possível identificar com clareza os potenciais clientes? Em quais canais?
    -O mercado é fragmentado?
    -O mercado é emergente?

  19. Carlos Gottsfritz - 14 de March, 2015 @ 2:49 pm

    Utilizarei o exemplo do PayPal, que se iniciou como uma pequena startup e hoje é uma referência em pagamentos na web.
    Essa emrpesa incialmente começou com uma premissa de que precisava criar um produto (no caso u pequeno token) que habilitaria os usuários a receberem os pagamentos via PayPal, mas depois de algum tempo esse modelo não pareceu decolar por causa de dificuldades técnicas e de aceitação do sistema de tokens.
    Com isso a empresa mudou sua visão e partiu de uma premissa que era encontrar um mercado pequeno e próximo de pessoas que fizessem muitas transações via internet. Eles encontraram esse mercado em vendedores de alto volume do Ebay e com isso passaram a fornecer soluções completamente online para esse mercado obtendo um rápido sucesso e eventualmente expandindo esse mercado atingindo hoje praticamente todos os nichos de compra e venda online.
    Isso mostra que é preciso modificar suas premissas e pensamentos muitas vezes com o negócio já existente sempre buscando a melhor alternativa para o crescimento do negócio.

  20. Edgilson T Kazuto Adate - MBA PECE USP GEP 029 - 14 de March, 2015 @ 5:51 pm

    Edgilson T. Kazuto Adate (MBA PECE / USP – GEP 029)

    Uma grande ideia deve ter a capacidade de resolver uma dor sem gerar outra. Ou seja, não oferecer uma solução que dê mais ou o mesmo trabalho que a pessoa teria para fazer de outra forma.

    Descomplicar é então a palavra chave dos exemplos abaixo e a premissa que considero mais importante a se tomar na hora de decidir um negócio. SE ESTÁ DIFÍCIL, TEM ALGUMA COISA ERRADA.

    Os exemplos abaixo mostram ideias que descomplicaram os processos de locação por curta temporada e aproveitaram tendências mundiais.

    Se tem uma oportunidade onipresente nos empreendimentos digitais, para mim, ela seria “descomplicar”.

    ——–

    ######Booking.com
    Iniciou as atividades em 1996 como uma pequena startup. Atualmente oferece em sua base mais de 500.000 propriedades para locação ao redor do mundo e faz mais de 700.000 reservas por dia.

    Seu modelo de negócio é baseado na cobrança de comissão por reserva efetuada.

    O principal fator que o torna competitivo é a facilidade com que se faz uma locação de qualquer lugar do mundo em qualquer lugar do mundo, além da possibilidade de reservar e desistir sem cobrança de taxas. Do lado do usuário, rompeu barreiras de idiomas, de confiabilidade e de limitação dos estabelecimentos para atingir públicos distantes.

    Mesmo o negócio de locação por curta temporada sendo uma atividade antiga, o Booking.com inovou na forma como oferece o serviço, resolvendo principalmente a dor da confiabilidade e eliminando a necessidade de uso de um telefone e de muito tempo para se escolher algo. Você pode simplesmente escolher e continuar procurando… Se achar algo melhor (com pelo menos uma ou duas semanas de antecedência), pode simplesmente trocar de lugar.

    A ideia: Um site para facilitar a locação por curtos períodos em hotéis e pousadas.

    O Booking atende o mundo inteiro, portanto não fica restrito às sazonalidades. Pesquisas da World Tourism Organization (http://www.geographypods.com/uploads/7/6/2/2/7622863/unwto_highlights14_en_hr_0.pdf) mostram a previsão de aumento de mais de 100% até 2030 deste mercado em todo o mundo.

    O mercado é bem antigo, mas tem demandado inovação na forma como é exercido. A grande aposta do Booking.com é o investimento em aplicações para dispositivos móveis, que tem triplicado seu faturamento desde 2011.

    A grande barreira de entrada é o alto custo de desenvolvimento necessário para se ter uma boa ferramenta de busca. A estratégia principal para isso é ter no board pessoas que “fazem”, ao invés de apenas pessoas focadas em desenvolver o negócio. Steve Jobs não seria o mesmo se não tivesse Steve Wozniak ao seu lado.

    Atualmente, o Brasil movimenta em torno de R$ 250 bilhões. Até 2017 o Brasil será o 3º maior mercado aéreo doméstico (Fonte: Iata) e tem meta para assumir a condição de terceira economia turística do mundo até 2022.

    ######Airbnb
    Oportunidade pouco explorada no Brasil, o AirBnb resolve duas dores bem fortes. A primeira, do lado do locador que não utiliza todas as áreas de sua casa e pode fazer dinheiro com elas. A segunda, do lado do locatário que procura um lugar onde possa se sentir participante da cultura do lugar que viaja.

    O AirBnb iniciou as atividades em 2008 e no ano de 2011 já havia feito mais de 1 milhão de reservas.

    Seu modelo de negócio é baseado em cobrar uma pequena comissão das duas partes. Para desestimular que, após estabelecido o contato, o acordo seja fechado por fora do Airbnb, a taxa cobrada é realmente baixa.

    A atividade é normalmente praticada por agências de intercâmbio em baixa escala. No entanto, o AirBnb vem tornando-a popular à medida que a cultura de dividir a própria casa com pessoas estranhas vai tomando forma. No Brasil, a demanda por esse tipo de acomodação é crescente por conta dos eventos internacionais que trazem estrangeiros acostumados a esta prática, quebrando assim nossas barreiras culturais.

    ######Voltem (www.voltem.com)
    Lançado em 2012 e recentemente adquirido pelo Hotel Urbano, o Voltem segue a mesma ideia do AirBnb com a mesma aposta de possibilitar às pessoas experiências “locais” em suas viagens, não se limitando ao ambiente controlado de um hotel.

    Seu modelo de negócios é baseado na intermediação das transações para garantir a segurança de ambos os lados, cobrando uma taxa direta sobre o montante transacionado e permitindo que o locador parcele o pagamento.

    Apesar de ser inspirado no AirBnb, este é um exemplo de um empreendimento que seguiu seus passos adaptando uma ideia ao mercado nacional ao permitir parcelamento e intermediar a transação para garantir a segurança de todos..

  21. Armen Babikyan -MBA USP - 14 de March, 2015 @ 7:01 pm

    Negocios da web podem ser: venda de equipamentos de musculação;
    Feiras de barganha;
    O mercado de academias está em ascensão e hoje em dia tem academias de todos os tamanhos.
    Muitas pessoas gostariam de trocar objetos que já não lhe sirvam ou simplesmente experimentar algo novo.

  22. Laiana Gamba de Araujo - 14 de March, 2015 @ 8:44 pm

    As premissas são muito importante, pois é um pensamento que parte de que as pessoas necessitem daquilo, porém não tem conhecimento disso.
    Grandes exemplos que partiu dessa premissa na web são Youtube e Facebook.
    -Premissas:
    Tem grande potencial de oportunidade onde continuam em crescimento,possuem um grande mercado pois atinge todos os públicos e tem uma alta margem sobre isso.

  23. Elis Cristina - 14 de March, 2015 @ 9:30 pm

    4) As Ideias de negócios na Web são muitas e a tendência, alguns exemplos que valem citar são os sites de compra coletiva e e-commerces, ambos baseados nas vendas pela internet. As premissas que tornam ambos desses negócios em oportunidades de alto potencial são o grande número de usuários desses serviços, produtos diversificados tendo, portanto, uma significativa durabilidade no mercado, baixo custo para iniciar o negócio e uma recuperação rápida em curto período de tempo e, principalmente, um grande potencial de crescimento, além de estar sempre acompanhando as tendências.

  24. Sofia Barral Lima Felipe da Silva (PECE/USP) - 14 de March, 2015 @ 10:30 pm

    Um exemplo de negócio baseado na web, que pode ser avaliado pela premissa dos 3M é o Grubster, site e aplicativo de descontos em restaurantes, em que o associado paga R$10 por reserva e ganha automaticamente 30% de desconto ao final da conta (para bebidas e comidas, sem restrições, sem precisar de cupons ou mesmo de mencionar o desconto).
    Em termos de Demanda de Mercado, verifica-se que há uma audiência alvo ampla (pessoas interessadas em boa gastronomia, em conhecer novas cozinhas, que frequentam sempre restaurantes por motivos comerciais e precisam se atentar aos custos). É difícil avaliar o ciclo de vida, uma vez que os restaurantes escolhem sua permanência nesse “clube gastronômico”, de acordo com os resultados que obtêm e o próprio Grubster mantêm uma avaliação constante de seus usuários para evitar que restaurante com constante reclamações continuem em sua lista. Os clientes são captados através do “boca a boca” e de parcerias com grandes empresas (Visa, Claro Clube etc.) e existe uma grande preocupação em cultivar fãs, atendendo queixas e reivindicações de maneira rápida, eficaz e gentil.
    Para avaliar Tamanho e Estrutura do Mercado, é importante entender que existem poucos competidores (Restorando, Chefs Club e Gourmeo são os mais próximos), além disso, a empresa iniciou suas ações em São Paulo e hoje (com 4 anos de existência), já cobre 11 cidades em 8 estados brasileiros. O setor gastronômico se segmenta por tipos de cozinha e de público e a empresa procura ter uma abrangência que dê diversidade ao cliente, apenas limitando sua carta de restaurantes àqueles que oferecem gastronomia de qualidade e com preços não acessíveis (fazendo “valer a pena” pagar pelo desconto).
    Já ao estudar a Análise de Margem, segundo o fundador da empresa, o Grubster chegou ao breakeven com aproximadamente 2 anos de funcionamento. A estrutura da empresa é enxuta, com poucos funcionários muito bem qualificados, possibilitando o investimento em tecnologia e inovação de operações. O produto (reserva) custa sempre R$10 ao público em geral, no entanto, esforços comerciais são feitos de modo a obter grandes parcerias (já citadas) para manter uma renda constante com grande volume.

  25. Alisson Felipe dos Santos - 14 de March, 2015 @ 10:54 pm

    Exemplos de ideias de negócios baseado na Web estão descritas e relacionadas abaixo:

    1) Mecânica online: Oferece a oportunidade de solicitar, acionar online o conserto de carros e motos.
    2) Água e Gás online: Oferece a oportunidade de solicitar ou comprar água e gás.

    Para validar o potencial das 2 oportunidades identificadas acima foi utilizado o modelo 3M para identificar as premissas. Ao utilizar o modelo 3M foi possível avaliar as oportunidades que podem ser desenvolvidas e capitalizadas com as 2 ideias. Além disso, realizamos um checklist final da oportunidade conforme sugerido no capítulo 3 do livro “Empreendedorismo – Transformando ideias em negócios” e com base nos resultados verificamos que a melhor oportunidade para capitalização é a 2 opção, em função do nicho não explorado pelo mercado usando esse novo modelo de negócio online.

  26. Paulo Guido Durante - 15 de March, 2015 @ 12:34 am

    Um exemplo de empresa-web que está se tornando popular atualmente é a de aplicativos/sites para comercio de bebidas e alimentos, pois atinge grande parte da população, apresentam custos baixos para implementação e oferecem conforto/comodidade para os usuários.

  27. Waldemar J. Bucinskas - 22 de March, 2015 @ 9:32 pm

    O mais importante é a consistência das premissas utilizadas para calcular esses indicadores.
    Dados de mercado, volumes de vendas, estrutura ideal das áreas da futura empresa ou do projeto em questão, questões fiscais, etc.

    Natalie Massenet, ex-editora das publicações de moda Tatler e Women’s Wear Daily. Em 2000, antes mesmo da bolha tecnológica explodir, Natalie inaugurou seu site de roupas de luxo chamado Net-a-porter, uma brincadeira com a expressão prêt-à-porter. Oferecendo roupas e acessórios de estilistas famosos como Stella McCartney, Jimmy Choo, Calvin Klein, Dolce & Gabbana, Marc Jacobs e DKNY, o Net-a-porter se tornou um dos e-tailers mais acessados do Reino Unido, com uma receita que atingiu 55,2 milhões de libras em 2007. O site tem, atualmente, mais de um milhão de usuários cadastrados. Segundo Natalie, o sucesso do Net-a-porter é uma prova de que se pode ter um negócio lucrativo na internet.

    O pioneirismo do e-tailer de Natalie foi exemplo para que outros empreendimentos do setor de vestuários se estabelecessem na web. Segundo dados da Forrester, o comércio de roupas já figura entre os três maiores setores em vendas na internet e faturou cerca de 11 bilhões de euros na Europa no ano de 2008. Na França, as vendas de vestuário online já ultrapassaram até mesmo os setores de viagens e livros.

  28. Mauricio Basilio de Lima - 14 de April, 2015 @ 6:33 pm

    Um exemplo de negócio baseado na web são as empresas de venda de produtos em condição de desuso como OLX e Mercado Livre. As premissas deste negócio estão baseadas na alta demanda de mercado, atendendo pessoas de todas as classes, custo baixo da operação para o cliente e força do negocio baseada na rápida ligação entre os interesses de quem vende com quem compra.

  29. Campinas Airbnb - 14 de May, 2018 @ 3:24 pm

    Oi! Valeu por tanta dica útil! Quando eu viajo muitas vezes reservo apartamentos na Airbnb, eu recomendo o serviço a todos os viajantes. Criei até um website – https://air-coupons.com/apartamentos-em-airbnb-portugal , com uma descrição detalhada do serviço e códigos promocionais em funcionamento. No meu website você pode encontrar informações sobre o serviço traduzidas para todos os idiomas do mundo (encontrei tradutores para muitos desses idiomas e continuo trabalhando nela). Por favor não apague meu comentário, deixe que as pessoas em todo o mundo fiquem sabendo da Airbnb!

Comentário

Dr. José Dornelas

Empreendedor, palestrante e autor de livros best-seller.

[ veja a biografia ]

Meus Livros

Clique em cada livro para saber mais, degustar e comprar.

  • Empreendedorismo - 7ª Edição Revista e Ampliada Empreendedorismo - 7ª edição
    Transformando ideias em negócios. [+]
  • Plano de negócios com o modelo Canvas Introdução ao empreende- dorismo - 1ª edição
    Ludismo, jogos e empoderamento empreendedor. [+]
  • Plano de negócios, seu guia definitivo Plano de negócios, seu guia definitivo - 2ª edição
    Como planejar e criar um negócio de sucesso. [+]
  • Plano de negócios com o modelo Canvas Plano de negócios com o modelo Canvas
    Guia prático de avaliação de ideias a partir de exemplos. [+]
  • Empreendedorismo na Prática Empreendedorismo na prática - 3ª edição
    Mitos e verdades do empreendedor de sucesso. [+]
  • Empreendedorismo corporativoEmpreendedorismo corporativo - 3ª edição
    Como ser empreendedor, inovar e se diferenciar na sua empresa. [+]
  • Meus Outros Livros
Produzido por Webcore